PASTORAL DA SAÚDE

• Junho de 1983: O Pároco Cônego Vicente Formigão e o Vigário Paroquial Cônego Paulo Haenraetz, convocam reunião para a formação de uma Pastoral voltada aos enfermos. Foram escolhidas como responsáveis as senhoras Maria Lúcia A. Cerchiaro, Adhete Brabo Bim e Dirce Andriosa Boaventura. Faziam parte da equipe a Irmã Ludivina, Luiz, Carmo, Dona Meninha e Teresa.
• 13 de maio de 1984: 1ª Missa da Saúde, contando com cerca de 300 pessoas, e presidida por Dom Roberto Pinarello de Almeida, Bispo Diocesano em Visita Pastoral.
• Janeiro de 1988: assumem a Coordenação Celina Porto Orlandini, Nair Moradini e Neli Pazini. A Pastoral da Saúde já contava com 40 agentes.
• Janeiro de 1989: a coordenadora é Vilma Bento Okamoto.
• 27 de janeiro de 1990: assume a Coordenação Aparecida Rovani de Campos.
• 28 de junho de 1990: iniciativa de se fazer uma coleta interna entre agentes da Pastoral para socorrer as necessidades básicas. Inicia-se o cadastramento dos enfermos e define-se a escala de Ministros para levar a Sagrada Comunhão aos enfermos.
• O então seminarista e depois Diácono João Batista dos Santos passa a ser o orientador da Pastoral.
• Com sua Ordenação Presbiteral em 09 de dezembro de 1990, o Padre João Batista dos Santos deixa de ser orientador da pastoral para assumir a função de Vigário Paroquial. Uma enfermeira passa a ser orientadora técnica.
• Março de 1992: iniciam-se as visitas ao Hospital Municipal e prepara-se visita ao Lar “Frederico Ozanam”, que acolhe os idosos abandonados.
• 26 de outubro de 1991: é eleita coordenadora Adhete Brabo Bim.
• 21 de outubro de 1993: a coordenação passa a ser exercida por Célia Regina Mosca Bergantin.
• Março de 1993: 1ª Gincana para a arrecadação de alimentos para a Campanha contra a fome, organizada pelo Banco do Brasil.
• Maio e junho de 1994: celebração da Missa da Saúde, com Unção dos Enfermos préviamente escolhidos, na Matriz de Cristo rei, no Lar "Frederico Ozanam" e no Centro Esportivo "João Luiz Guarda".
• 12 de fevereiro de 1995: Maria de Lourdes Peres Martoni é a nova coordenadora.
• Junho e julho de 1995: Missa da Saúde, com Unção dos Enfermos, na Matriz e em todas as Capelas das comunidades da Paróquia.
• Contratação do médico Dr. Rui Aparecido Mariano, mediante o pagamento de Cr$ 37,00 por consulta.
• 21 de outubro de 1995: assume a coordenação Antonio Tarciso Benvenutto.
• 20 de setembro de 1997: apresentação de Coordenadores da Pastoral da Saúde das Comunidades da Paróquia São Benedito e instalação da Pastoral da Saúde na Paróquia de Cristo Rei (até então o trabalho era feito conjuntamente).
• 22 de novembro de 1997: Célia Regina Mosca Bergantin volta a coordenar a Pastoral da Saúde.
• 16 de maio de 1998: definição de Missa mensal nas dependências do Hospital Municipal "Nossa Senhora do Monte Serrat", sendo a coordenação e presidência exercida pelos Párocos da cidade em revezamento.
• 19 de dezembro de 1998: investidura de 18 novos ministros extraordinários para a Comunhão dos Enfermos, ligados à Pastoral da Saúde.
• Levantamento feito em 30 de junho de 1999: 90 agentes da Pastoral, sendo 36 ministros extraordinários da Comunhão.
• Na década de 90, muitas palestras e conferências foram realizadas, destacando-se entre os conferencistas os Padres João Batista dos Santos, José Raimundo Lucas Prazer, Carlos Aparecido Marchesani e Léo Pasini; a enfermeira Eli; o farmacêutico Antonio Tarciso Benvenutto; o médico Geriatra Dr. Rui Aparecido Mariano; o casal da Pastoral da Saúde de Campinas Vilma e Oscar e a teóloga Evenize Santinon.
• O atendimento da Pastoral da Saúde também atinge os necessitados através de colchões d'água, cadeiras de rodas, aparelhos auditivos, próteses, bengalas, muletas e andadores, além de remédios. Isso é conseguido através de doações e de promoções como pizzas semi-prontas, gincanas, quermesses e arrecadações de sucatas.
• Para especialização, agentes da Pastoral da Saúde participaram, até o final do século XX, de 04 Congressos da Pastoral da Saúde em São Paulo (Faculdade São Camilo de Léllis); Cursos de Formação de Agentes em Salto e em Jundiaí, e Cursos de primeiros socorros, ministrados pelo Corpo de Bombeiros de Salto.
• Janeiro de 2000: inauguração da Farmácia Comunitária, criada para atender os doentes que não tem condição de comprar remédios e que possuam receitas do S.U.S. A cerimônia contou com a bênção das instalações ministradas pelos Padres João Estevão da Silva e João Batista dos Santos, de São Benedito e Cristo Rei, respectivamente. A Farmácia foi instalada em sala sob a Torre da Matriz São Benedito.
• 25 de novembro de 2000: Celebração da Missa do Jubileu dos Enfermos, na Matriz São Benedito, presidida pelo Padre Geraldo da Cruz Bicudo de Almeida, da Paróquia São Judas Tadeu, de Itu.
• 06 de dezembro de 2001: é apresentada ao Conselho Paroquial de Pastoral a nova diretoria da Pastoral da Saúde: coordenadora, Marlene Aparecida Boaventura; vice-coordenadora: Evanilce Aparecida Blanco; secretária: Maria de Fátima Rodrigues e tesoureira: Graziela O. Santos.
• 27 de abril de 2.002: Missa com Unção dos Enfermos, presidida por Dom Amaury Castanho, Bispo Diocesano em Visita Pastoral.

ESTRUTURA:
A Pastoral da Saúde da Paróquia São Benedito tem a seguinte estrutura: Coordenador e vice; secretaria e tesouraria; Ministros extraordinários da Comunhão Eucarística; equipe de enfermagem; representação junto ao Conselho Municipal de Saúde; relacionamento muito próximo com as demais paróquias da cidade e com a equipe diocesana. O Diretor Espiritual é o Pároco.

Coordenadora: Evanilce Dissério Blanco