MOVIMENTO DA MÃE PEREGRINA DE SCHOENSTATT

• 19 de maio de 1999: é criado o primeiro grupo do Movimento da Mãe Peregrina, com o objetivo de divulgar a devoção à Nossa Senhora através da pequena estampa e capelinha de madeira, visitando casas e exortando à oração.
• O Movimento de Schoenstatt na Paróquia assume os trabalhos de realizações de Novenas e Campanhas da Fraternidade, passando a ter a designação de Pastoral da Mãe Peregrina.
• Em outubro de 2000, o Conselho Paroquial da Pastoral da Mãe Peregrina, em reunião presidida pelo Diácono Pascoal e pela coordenadora Ângela Viana, propõe a participação da Pastoral num evento inusitado: apresentar a Campanha da Fraternidade de 2001, com o lema “Vida Sim, Drogas Não” nas ruas de Salto, através de Desfile de Carnaval. Com apoio do Pároco Padre João Estevão da Silva, que participou, o pequeno grupo de agentes, acompanhados por alguns agentes da Pastoral do Canto Litúrgico da Comunidade Santana e São Joaquim, desfilaram com faixas, caminhão de som e pequena bateria, abrindo o desfile na Rua Nove de Julho no domingo e na terça-feira de Carnaval. Foram proferidas citações bíblicas e palavras de ordem contra o uso de drogas. O grupo, chamado de “Malucos por Jesus”, foi muito aplaudido pela grande multidão que se perfilou na passarela do samba.
• No mesmo ano, a Coordenadora da Pastoral Ângela Viana e o Diácono Pascoal fizeram uso da Tribuna Livre da Câmara Municipal para o lançamento da CF 2001.
• Em 2002, além da apresentação no desfile de Carnaval e uso da Tribuna Livre da Câmara Municipal, a Pastoral da Mãe Peregrina promoveu Caminhada em Defesa das Águas, da Matriz São Benedito até a Adutora, no Bairro do Guarujá, contando com a participação do Prefeito Municipal Pilzio Nunciatto di Lelli e agentes de Pastoral da Paróquia Cristo Rei.
• Também foi promovido Culto Ecumênico com Oração de Bênção da Água na Estação de Tratamento de Água do Parque Bela Vista, com participação do Pastor Orlando Júnior, da Comunidade Vida, e pastores e grupos musicais de diversas Igrejas Evangélicas. A Igreja Católica contou também com grupo musical da Paróquia Cristo Rei.
• Nos anos seguintes, até 2004, o grupo se apresentou abrindo os desfiles, agora com samba-enredo composto por iniciativa do Diácono Pascoal, com base na Oração da Campanha da Fraternidade do ano.
• A partir de 2005 o grupo deixou de desfilar, mostrando a Campanha da Fraternidade, por decisão dos Párocos das Paróquias da cidade. É bom frisar que a iniciativa contou somente com o apoio do Pároco Padre João Estevão da Silva, nunca dos demais Párocos. Foi autorizado pelo então Bispo diocesano Dom Amaury Castanho. O fato foi muito elogiado nas reuniões estaduais e diocesanas da Campanha da Fraternidade.
• Continuam a exercer o ministério de formar grupos de famílias para receberem mensalmente a imagem. Zeladores e zeladoras são responsáveis por cada grupo. Há coordenações comunitárias e coordenação paroquial. Respondem também pelas novenas dos Padroeiros das Comunidades.
• Foi a primeira Pastoral a criar um Conselho Paroquial, formado pela Coordenadora Paroquial e coordenadoras das Comunidades.
• Em outubro, no 4º sábado, é celebrada a Coroação da Mãe Peregrina, reunindo no Santuário da Mãe Peregrina na Paróquia de Cristo Rei os grupos do Movimento de Schoenstatt de toda a cidade, com Missa Solene.
• Na Paróquia São Benedito é celebração Missa em preparação à Coroação, no dia de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro).
• A paróquia São Benedito conta com 64 imagens para grupos de adultos e 04 imagens para grupos infanto-juvenis.
• Estes zeladores e Coordenadoras assumem o compromisso de zelar pelo trabalho de evangelização das famílias através da imagem da Mãe Peregrina de Schoenstatt.

Coordenadora: Josélia G. de Souza Lamana