PASTORAL CARCERÁRIA

• 19 de maio de 1999: Culto Ecumênico na cadeia Pública de Salto, com a presença dos Padres José Raimundo Lucas Prazer, de "Monte Serrat", e João Estevão, de "São Benedito", Dr. Caramuru Afonso Francisco e Dr. Fábio, juizes de Direito da Comarca de Salto, Pastores e Diáconos, recebidos pelo Diretor da Cadeia Pública e que contou com a participação de inúmeros encarcerados.
• Junho de 1999: decide-se pela criação da Pastoral Carcerária, sob a Assessoria do Padre Lucas. A Pastoral se integra ao Conselho da Comunidade, formado para dar assistência aos encarcerados. O Diácono José Carlos e o doutor Roberto Avelino, Bacharel em Direito e Coordenador da Pastoral, representam a Igreja Católica, sendo depois registrada a entrada de outros membros da Igreja no referido Conselho, sendo que Janis Rocha Ferro é designada Tesoureira. O Dr. Caramuru, presbítero da Assembléia de Deus, e o Pastor Antonio Benedito da Silva Filho, também da Assembléia de Deus (já falecido), foram os grandes animadores desse excelente trabalho de ressocialização de presos, incentivando sobremaneira a participação da Pastoral Carcerária.
• 19 de dezembro de 1999: celebração do Natal na Cadeia Pública de Salto, reunindo os presidiários e seus familiares. O Coral da APAE e o Grupo de Pastoral da Juventude "JEF" abrilhantaram a Celebração. Bolos e panetones foram distribuídos.
• 04 de agosto de 2.000: após catequese ministrada por Roberto Avelino, Lucélia Avelino e Janis Ferro, o reeducando (preso em sistema semi-aberto) Chezer Rover Garcia casou-se com Edna Regina Garcia, em celebração na Matriz São Benedito. O casamento civil deu-se no Cartório de Registro Civil de Salto. Vale destacar que a senhora Edna recebeu o Batismo antes da Celebração do Matrimônio, ministrado pelo Diácono Antonio. A APAC - Associação de Proteção e Amparo ao Condenado, sob a atuação dinâmica de seu Coordenador Pastor Antonio Benedito da Silva Filho e do Dr. Caramuru Afonso Francisco, deram toda a assistência para esse importante acontecimento ocorresse.
• 14 de outubro de 2.001: Festa da Criança, organizada pela Pastoral para as crianças filhas de presidiários, com Celebração da Palavra presidida pelo seminarista Wagner Marques e distribuição de brinquedos.
• A Pastoral se dedica à realização de Celebração da Palavra quinzenalmente, na Cadeia Pública, e procura dar assistência espiritual e material aos familiares de presos, e também assistência às vítimas dos mesmos.
• A Pastoral adquiriu nível de Pastoral regional por decisão do Clero da Região 08 de Pastoral (antes era uma Pastoral ligada somente à Paróquia São Benedito).

Atualmente está desativada.