PASTORAL DO CANTO LITÚRGICO

A partir das primeiras Celebrações na Igreja de São Benedito, ainda em construção, foi organizado o Coral de São Benedito, liderado por João Rodrigues, entusiasta pela música sacra e grande colaborador da paróquia desde seu início.
Em outubro de 1990 o Pároco Padre Geraldo convoca cantores e instrumentistas de todas as comunidades da Paróquia para um encontro, onde se decide pela criação da Pastoral do Canto Litúrgico, seguindo as Normas e Diretrizes da Paróquia e se propondo a fazer com que a assembléia participasse mais da Celebração.

SEQÜÊNCIA:
• Natal de 1990: 1ª participação de salmistas da Pastoral do Canto Litúrgico da Paróquia, após um tempo de formação e ensaios.
• 1991: participação de salmistas em Curso de Canto Litúrgico na cidade de São Roque, ministrado pela Irmã Míria, conhecida compositora de música sacra.
• A partir desse curso, e com a rápida assimilação de seus agentes, a Pastoral do Canto Litúrgico passa a ser convidada para as Celebrações de Ordenações e Missas Solenes em várias cidades da Diocese, inclusive do 1º Encontro Diocesano de Liturgia.
• 1995: criado o Grupo "Hapax Shemá", para ministrar cursos de Canto Litúrgico, animar Celebrações e participar de festivais de músicas Sacras. Entre os títulos de festivais constam: tetra-campeã em Rio Claro, Campeã em Salto, Porto Feliz e Jundiaí. Entre seus lideres se destacam Nerci Cardoso, Jefferson e Lilian Rocha, Jacob Rocha, Irmã Nair, José Carlos Pascoal e Edna Cardoso. Nerci e José Carlos são os compositores das músicas defendidas em festivais e inseridas no Canto Litúrgico da Paróquia e da Diocese.
• Setembro de 1999: A Pastoral do Canto Litúrgico, através de Lilian, Jeferson, Ednelson, Madalena e Diácono José Carlos compõem a "Missa de São Benedito", que seria introduzida na Festa do Padroeiro, em outubro.
• O Canto Litúrgico da Paróquia é exercido com empenho e qualidade por seus agentes. Desde 2000, 31 salmistas da paróquia, que receberam a investidura como Ministro extraordinário do Canto, passam a usar nas Celebrações uma túnica especial.
A coordenação foi exercida por um triunvirato, com apoio do Conselho Paroquial do Canto Litúrgico: Aparecida Veloso Ribeiro, da Comunidade Santa Teresinha, Fabiana Aparecida Gaspar, da Comunidade São José Operário, e Édipo Diego Sanches de Souza, da Comunidade Santa Ana e São Joaquim. Esse modelo de coordenação deixou de existir por decisão do pároco atual, Marcílio Gragefe.

Coordenadora: Elisângela Limas (Comunidade Matriz)