PASTORAL DO TERÇO E DA EVANGELIZAÇÃO

• Setembro de 1990: realização da 1ª Escola Paroquial de Formação de Evangelizadores, no Centro Comunitário São Benedito. Os evangelizadores são enviados pelo Pároco Padre Geraldo para anunciar o Kerigma no Jardim União, Jardim Icaraí e Jardim Saltense (área que hoje faz parte da Paróquia de Cristo Rei); Granjas Piu-piu e Cerâmica Igassaba, estendendo-se ao Bairro Olaria, nas Chácaras Halter e Fazenda Vesúvio (Comunidades hoje pertencentes à Paróquia São Roque).
• Quaresma de 1995: a Equipe de Formadores de Evangelizadores cria a Pastoral do Terço, para organizar os chamados “Tempos Fortes” que são a Campanha da Fraternidade, a Novena do Padroeiro e a Novena do Natal, além da divulgação do Terço nas casas semanalmente.
• 1996: a Evangelização e o Terço atinge o Jardim das Nações, Jardim Maria José, Jardim Santa Teresinha, Vila Romão e Vila Flora.
• 1997: a Pastoral participa ativamente da formação de Comunidades nos bairros Jardim União e Jardim São João (hoje Paróquia de Cristo Rei).
• Maio de 1999: a Pastoral do Terço e da Evangelização é extinta e é criada a Pastoral da Mãe Peregrina, com agentes do Movimento de Schoenstatt, que passa a executar as mesmas funções. Tem como primeiro objetivo levar aos lares a imagem da Mãe Três vezes admirável de Schoenstatt e a responsabilidade de desenvolver as Novenas e Campanhas de Evangelização na Paróquia.
• A Pastoral do Terço foi recriada na Comunidade de Santa Terezinha do Menino Jesus.