COMUNIDADE DE SANTA ANA E SÃO JOAQUIM



A comunidade começou através do trabalho de evangelização no Parque Glória e Vila Progresso, coordenado por Agostinho e Rosalina Cruchello, e auxiliados por Célia Bistom, Cesário Lui e Amilcar Agnoletto, designados pelo então Pároco Cônego Ivo Wells. Alguns moradores da região – entre eles, Joana e Pedro Bicudo, Conceição e Santino Rodrigues, Lazinha Pantaleão, Clara M. das Dores, Carolina, Otilia Pavanelli e Antonio Rosa – juntaram-se ao grupo.

A doação do terreno aconteceu em 1976 por Glória Agnoletto. Em outubro de 1978, era cogitada a construção de um barracão, que seria inaugurado em março do ano seguinte para ser a sede das celebrações e reuniões da comunidade.

A aprovação e apresentação da planta aconteceram em meados de 1985 e a obra começou em abril de 1986.

A inauguração da Igreja aconteceu em 02 de agosto de 1992, celebrando a festa de Sant’Ana. A missa solene foi presidida por Dom Roberto Pinarello de Almeida, Bispo Diocesano.

A Festa dos padroeiros é celebrada em 25 de julho ou num domingo próximo.

Fatos, datas e curiosidades.
• Escritura do terreno: foi lavrada em 31 de agosto de 1978.
• Grupos de jovens e de catequeses: tiveram início em 1979 sob coordenação de Célia Biston, Leda Rossi e Antônia Nicácio.
• Acidente ocorrido em 1987 provocou a queda do telhado. O fato causou comoção popular e provocou anseio para retomarem as obras e concluírem o templo.
• Conselho de Comunidade Eclesial de Base: foi formado após uma reunião, realizada em 09 de agosto de 1978, na residência de Alcebíades Elizário dos Santos, presidida pelo Pároco Cônego Paulo Haenraetz.
• Bazar beneficente: o primeiro foi realizado na residência de Pedro e Joana Bicudo, onde era realizada a catequese.
• Doações: em 26 de julho de 1988, o casal Carmo e Conceição Corrêa de Mello – responsável por angariar fundos para a construção da Igreja – doaram a imagem de Sant’Ana. Em 1991, Pedro Rudini e Lourdes Tonello doaram os pisos e o sino para a Igreja.
• Em agosto de 1988 foi formada uma comissão com Arlindo Valini, Lázaro Palhardi, Benedito Brock, Inácio Pinheiro, João Pedrina, José Carlos Grigoletto, Valter Delegá, Antonio Teobaldo e Marcos Garavello, e suas esposas, para cuidar da catequese.
• Ministros extraordinários: Antônio Cruchello é designado, em agosto de 1988, Ministro extraordinário da Palavra da comunidade, auxiliado na catequese por sua esposa Alice Campitelli Cruchello. Em junho de 1991 assume Ayrton Gardenal. Em 14 de dezembro de 1993 aconteceu a investidura de Lázaro Palhardi, Teresa Onória G. Palhardi e Conceição Domingues Rodrigues. Em agosto de 1997 aconteceu a investidura de Marcos Antônio e Maria do Carmo T. Melchior. Em dezembro de 1998, a investidura de Doraci Castro Delegá, Nair Rodrigues Brock, Ercília Cardim de Almeida e Adelaide Corrêa de Lima.
• Obras: o Centro Comunitário começou a ser construído em novembro de 1993. O término da do piso inferior aconteceu em maio de 1994, e do superior, um ano depois. Em dezembro de 1999 ele foi ampliado e foi construída a Capela do Santíssimo Sacramento.
• C.A.C. (Conselho Administrativo da Comunidade): Em outubro de 1998 a equipe estava sendo formada por Lázaro Palhardi (moderador), Marcos Antônio e Maria do Carmo Melchior (secretários), Luiz Gustavo Moreira (tesoureiro) e Carlos Eduardo Campanini.
• C.P.C (Conselho Pastoral da Comunidade): formado em outubro de 1998 foi constituído por: Rosa Celeste Z. Stringh (coordenadora), Luciano Bueno de Camargo (vice), Teresinha Maria A. Leme (secretária) e Marcos Garavello (historiador).
• Coordenação: Antônio Teobaldo assume em abril de 1996.
• Diretoria: a primeira foi composta por Santino Rodrigues (presidente), Jorge Rodrigues (vice), Miguel Rufino e Silvino Franco (secretários), Marta Pavanelli e Pedro Vital (tesoureiros). Na inauguração da Igreja
• Tomaram posse na coordenação posterior: José Alonso (coordenador), José Carlos e Vanilde Grigoletto (secretários), Lázaro Palhardi e Inácio Pinheiro (tesoureiros) e Antônio Teobaldo (representante junto ao C.P.P.).
• Assumiram, em janeiro de 1996, os seguintes membros: Claudecir Galdino (coordenador), Aparecido S. Moreira (secretário), Luiz G. Moreira e Antonio Teobaldo (tesoureiros).
• No início de 1998 tomaram posse: Lázaro Palhardi (coordenador), Aparecido B. Pedroso (vice), Maria do Carmo T. Melchior (secretária), Luiz Gustavo Moreira e Carlos Eduardo Campanini (tesoureiros).
• Visita Pastoral: Dom Amaury Castanho, Bispo Diocesano, esteve na Igreja de Sant’Ana e São Joaquim presidindo missa durante Visita Pastoral. Data: 26 de abril de 2002.

Endereço: Rua Vicente de Carvalho, 179 - Vila Progresso (Pq. Glória).

Coordenadora de Pastoral: José Carlos da Silva Paes